Nossa Umbanda

Em nossa casa, seguimos o princípio da genuína umbanda fundada por Pai Zélio de Moraes e sua entidade o caboclo das sete encruzilhadas, no final do ano de 1908, não sabemos exatamente em qual data, mas escolheu-se a data de 15 novembro para comemorar o aniversário da umbanda como feriado.

Fé, amor e caridade, são palavras que fazem parte de nossa Bandeira, e também nosso lema, que vivemos diariamente, nossos trabalhos de umbanda, são divididos em 2 linhas mediúnicas, a 1 º linha branca é formada pelas entidades de cura e limpeza espiritual, é nessa linha que são dados os passes, para tirar a negatividade as más influências, o mau olhado, e também é feito os benzimentos, para cura. Na linha branca manifestam-se as seguintes entidades (na umbanda o culto é feito para nossos antepassados, não divindades, por isso chamamos de entidades, acreditamos que estes, podem retornar do mundo espiritual para nos orientar, vem cumprir uma missão dada por Deus), as falanges de pretos velhos, caboclos de ogum, Oxossi, Xangô, linha das ondinas, Boiadeiros e a linha do oriente que é uma linha intermediaria, entre a 1º e a 2º linha. A linha branca também serve de preparação para novos médiuns, para desenvolverem amediunidade, estar firme na linha branca, é estar preparado para trabalhar

A 2º linha; que é formada pela grande falange de exus e pombo-giras, que ao contrário do que muitos já disseram, estes não são demônios ou mensageiros dele, são espíritos de luz, com autorização divina, para manifestar-se em terra, para ajudar. É nesta linha que se realizam os atendimentos, para resolver os problemas mundanos do ser, exu é quem busca caminhos, é quem resolve problemas financeiros, desemprego,  perdas, e são as pombo-giras as mais procuradas para resolverem problemas do coração.

A umbanda é uma religião de fé, estruturada na fé em Deus, busca resposta através de suas entidades que vem em missão divina, para pregar o amor, a fé, a família, a união e o crescimento espiritual, venha conhecer nossa casa, nossa família!